travesseiro
Dicas de como comprar um colchão
Bem Estar

4 dicas de como comprar um colchão?

Comprar um colchão é um processo que merece ser criterioso. Jamais deve ser feita por impulso. Afinal, é um item de primeira necessidade que impacta diretamente a sua saúde e a de sua família.

Assim, listamos o que deve ser levado em conta no momento de comprar um colchão, para evitar um enorme problemma.

1- Conforto

Este quesito é bastante relativo. Afinal, o que é confortável para uma pessoa, não é para outra.

Assim sendo, o que você deve levar em consideração é o seu histórico e também a sua necessidade.

Caso você seja acostumado a um colchão de molas ou a um colchão de espuma, é seguro seguir nesta linha. Da mesma forma, o conforto: macio, firme ou equilibrado.

Saiba qual é o colchão com o qual você está acostumado e procure algum semelhante.

Porém, se você tiver alguma necessidade especial ou um problema de saúde, também coloque isso na balança. Neste caso, talvez seja melhor um colchão mais firme para o alinhamento postural.

Deitar por alguns segundos, pode lhe dar uma falsa sensação de conforto. É importante que você dê a chance de passar algumas noites no colchão para viver a real experiência.

O mais importante é você sentir o máximo de conforto e acordar revigorado e sem dores.

2- Qualidade

É um tanto quanto óbvio afirmar que qualidade é importante. Porém, como saber se um colchão realmente é bom?

É muito simples! Basta verificar os Certificados de Qualidade.

Os selos mais importantes são: Pró-Espuma, da Abicol e, claro, a liberação do Inmetro - este é compulsório: ou seja, qualquer marca precisa obrigatoriamente deste selo para ser comercializada no Brasil.

A Orthocrin é a única marca do Brasil que possui o selo Pró-Espuma em toda a sua linha (cof cof).

Brincadeiras a parte (mas é sério), encontrar estes selos no colchão é a certeza absoluta que você está adquirindo um produto de altíssima qualidade e monitorado constantemente por órgãos independentes.

3- Durabilidade

Não confunda garantia com durabilidade. Em alguns casos, o fabricante oferece muitos anos de garantia. Mas, quando você vai destrinchar, percebe que aquele tempo maior refere-se apenas às molas de aço. Tecido e espuma possuem tempos diferentes.

Confira as informações e não compre enganado.

A durabilidade está intimamente ligada à qualidade das matérias-primas. Assim, da mesma forma, é importante verificar os certificados que a marca ostenta.

Porém, para que o colchão tenha uma vida útil ampla, é fundamental que haja cuidados específicos com o produto, tais como o rodízio periódico do colchão, cuidados de higiene, evitar derramar líquidos, etc.

Além disso, no ato da compra, leve em consideração as avaliações de quem já utiliza o colchão. Uma das melhores propagandas é o boca-a-boca.

4- Pós-venda

Por fim, certifique-se de que você terá um pós-venda rápido, eficaz e sem burocracia.

Assim, você terá o apoio da marca para qualquer eventualidade. Como, por exemplo, uma troca em caso de problema com adaptação, acionar a garantia, etc.

Seguindo estes critérios, você fará uma compra segura e terá muitas noites de tranquilidade, dormindo em um colchão que respeita e cuida da saúde.